Para que temos de nos entender?

Não me espanta saber que algumas pessoas não me entendam. Eu mesmo não me entendo. E para que temos de entender a nós mesmos?

Entender é racionalizar, classificar, categorizar, colocar a existência numa ordem do discernível, tornar objetivável, traçar contornos e estabelecer limites.

Neste sentido, suponho que seja melhor não me entender, e inclusive que não me entendam, pois existir não é algo da espécie de um entender.

Existir é movimento, rompimento, fluxos, criação, transformação, aberturas e fechamentos, não se encerra numa estrutura racional e explicativa.

Podemos, no máximo, captar alguns fragmentos de nosso existir, atribuir relações, sentidos e possibilidades. Mas nunca entender, sob o risco de nos aprisionar em nosso entendimento.

Como escreveu Clarice Lispector: "Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras".

Entrar em contato

Envie uma mensagem para mais informações..